Catálogo Daniel Melim Fevereiro 21

distor-120x220-cm-2020-site

 

Nessa peça, Melim da início a uma nova experiência de coloração que remete aos lambe-lambes e à gráfica popular usadas em propaganda e publicações baratas dos Anos 70 e 80, principalmente. Apesar do artista se valr exclusivamente da técnica do estêncil (máscaras recortadas e pouchoir), as imagens reproduzem as distorções e irregularidades típicas das impressões em  off set rudimentar, serigrafia, xerox e letterpress. 

DISTOR, 2020, acrílica e spray sobre tela 150x300cm, R$28.000

 

 

 

 

7mesmas chapas - 150x300cm - 2020

Mesmas Chapas, díptico, acrílica e spray sobre tela, 150x300cm, R$ 36.000

 

Nesta tela, Melim “esmaece” cores e elementos figurativos, criando uma atmosfera nebulosa e intrigante. O artista foca firmemente sua atenção nas texturas e ruídos da pintura, criando uma densa pátina que marca toda a superfície da tela. Em “Mesmas Chapas” a composição é bem característica de Daniel Melim: uma espécie de recorte que divide a tela em áreas menores, como se fossem molduras de uma tira de HQ. É uma obra com forte ritmo visual, acentuado pelos recortes gráficos e tipográficos.

 

 

 

bloco

CHINA TOWN, 2019. acrílica e spray sobre tela, 150 x 200 cm, R$29.000

 

Essa é uma tela com as características que melhor definem a pintura de Daniel Melim, ou a estética pelo qual o artista é mais conhecido: que é a gráfica impactante e as harmonias surpreendentes de cores por vezes dissonantes. Essa tela em específico tem uma luminosidade estridente sob a qual se “esconde” um universo intenso de texturas, massas espessas de tinta, pinceladas grossas que criam volumes e movimento na superfície da tela.

 

 

 

Com

Com, 2019. acrílica, látex e spray sobre tela, 200 x 70 cm,

Nessa tela “Com” Melim explora um formato atípico de tela, mas recorrente para o artista. Esse formato reafirma a intenção em criar diálogos entre a pintura e a arquitetura, pois se Os formatos mais comuns em sua obra remetem ao formato de paredes (200×200, 200×400,  200×150 etc), esse formato vertical de 200×70 sugere a colocação da pintura contra uma parede igualmente vertical, um canto, um fundo de corredor. O pensamento arquitetônico é permanente em Melim.

 

mel_256-3

Concreto, 2017 assemblage, cimento color, azulejo, lona e madeira, 125 x 82 x 12 cm

 

Essa assemblage é uma peça rara do artista. Primeiro por que são poucas assemblages que compõem o seu portfólio (Melim produziu 9 assemblages até hoje, todas de menor escala do que essa). O segundo motivo da raridade é que essa obras representa um projeto ainda não realizado, porém bastante desejado, de criar murais que não sejam meramente pinturas sobre paredes. Melim sonha em realizar murais permanentes, usando relevo em cimento colorido, azulejos estampados e outros materiais, como os que foram reunidos nessa peça.

 

+ obras disponíveis aqui