SWOON no MASP Acampamento Ersília

 

001 SWOON MASP 2011

SWOON MASP 2011

 

Uma das mais instigantes e inspiradoras experiências da minha vida. Assim eu, como curador e urbanista, posso definir o projeto que eu fiz com a artista norte-americana Swoon e uma grande equipe de colaboradores a partir da exposição De Dentro e De Fora no MASP durante o ano de 2011. Jamais eu imaginei que seria possível realizar algo tão radical, quase utópico num local tão populoso e restrito quanto o Vão do MASP. Nós construímos ali e mantivemos funcionando por quatro meses, uma pequena vila autônoma e auto gerida para servir abrigo temporário aos sem-teto da região. Consegui liberar o projeto com a direção do museu, a Prefeitura, o Condephat, o Compresp, o Iphan, a PM, a GCM, a feira do MASP. A Swoon trouxe equipe de fora e construiu não só a vila chamada Ersília mas toda uma arquitetura humana, formada por artistas locais e uma rede de ongs que transformaram o “shelter” numa usina de ideias avançadas sobre um novo urbanismo “verde” e participativo, reunindo mais de uma centenas de ongs e ativistas atuantes nos eixos da mobilidade, moradia, reciclagem e plantação urbana. Uma escola de vida para todos os participantes. Ninguém saiu ileso do programa: muitas novas organizações surgiram ali e todos passamos a entender melhor o poder e o papel da arte na criação de cidades melhores. Depoimento de Baixo Ribeiro.

 

002

 

004

 

Pedro Alonzo, curador do ICA Instituto de Arte Contemporânea de Boston, tem se dedicado a apresentar institucionalmente, artistas advindos do universo da Arte Urbana. Durante a exposição De Dentro e De Fora*, o convidamos para participar de uma mesa sobre o tema. Sobre a participação de Swoon, uma das artistas que o curador acompanha, deixou algumas palavras:

“Quando convidada para participar da exposição do MASP , Swoon propôs construir um abrigo funcional para os sem teto no vão livre do museu. Detalhes do projeto do MASP me provocaram inveja curatorial por conta do engajamento direto com o público e do impacto social positivo. O museu foi projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi, que elevou o edifício acima da rua de forma a permitir uma vista desobstruída do entorno e fornecer aos paulistas uma praça para se encontrar e conviver. Swoon compreendeu o espírito do design e usou o espaço para reunir e envolver o grande número de desabrigados da cidade.

 

005

 

006

 

010

 

007

 

008

 

009

 

011

 

012

 

013

 

014

 

015

 

017 SwoonMASP09

 

018 swoon trabalhando

Swoon trabalhando

 

019 sj_swoon

 

020 sl_swoon_coopamare

Swoon Coopamare

 

021 iphonepics 039

 

022 iphonepics 730

Baixo Ribeiro e Pedro Alonzo