green bus

Natureza Urbana do Coletivo BijaRi

A série do Coletivo BijaRi chamada “Carro-Verde” reúne diversas instalações realizadas em carcaças de carros abandonados que são transformados em mobiliário urbano – canteiros para diversas plantas. O grupo cuida do jardim, regando e tratando as plantas, depois de inaugurada a instalação.     O Carro-Verde é parte de um projeto multiplataformas que o BijaRi[…]

1

Narcélio Grud

Narcélio nasceu e vive em Fortaleza, Ceará. E é nessa cidade do Nordeste que o artista instalou um posto global avançado do graffiti e da arte urbana, através de seu FESTIVAL CONCRETO, que acontece todos os anos e leva para Fortaleza artistas do mundo todo, europeus, asiáticos, latino-americanos e tals. Mas além de agitador cultural[…]

Gustavo Godoy

MULHER DÁ LUZ, MULHER DÁ VIDA

EXPOSIÇÃO: Essa exposição ONLINE tem o propósito de arrecadar fundos para a organização MULHERES DA LUZ, que cuida das mulheres em situação de prostituição da região do Parque da Luz, ao lado da Pinacoteca do Estado. Essas mulheres têm, em sua grande maioria, de 40 a 70 ANOS DE IDADE, são mães e avós que,[…]

mari martins video

A Hora Do Chá com Mariana Martins

Mariana Martins e sua investigação sobre a memória e sobre o conforto. Esses dois assuntos têm inspirado a artista a repensar nossa relação com as coisas, nossas ligações afetivas com os objetos. Através das relações afetivas que estabelecemos com eles, construímos parte a nossa memória, mas, diferente das pessoas e dos lugares, os objetos não[…]

ale jordao carroca ccsp2

O neon e a cultura da luz

O gás neon serve como condutor de poesia nas instalações do brasileiro Ale Jordão. Entre a iluminação dos ambientes e a sinalização dos espaços, o artista aproveita a memória afetiva que se agrega a cada peça feita com neon.   A memória do consumo e do entretenimento está arraigada à simbologia dos letreiros de neon,[…]

BIJARI_CATALOGO_VOCABULARIO COMBATIVO(1)-3

Vocabulário Combativo por BijaRi

  VOCABULÁRIO COMBATIVO é uma série de imagens criadas pelo Bijari especialmente para serem apresentadas em mídias sociais. Não apenas no Instagram, Face etc, mas também projetadas em fachadas de prédios ou mesmo carimbadas (por exemplo, nos braços dos convidados para a exposição Conexões Urbanas). Aliás, essa é uma das especialidades do coletivo Bijari: descoberta[…]