Rafael Silveira no SESI, em São Paulo

Rafael Silveira, 38 anos é um inventor, um visionário que usa a arte para tirar tudo do lugar comum. Apesar da pintura a óleo ser sua grande paixão pessoal, o artista explora fluentemente uma farta diversidade de mídias, fundindo, transformando e apropriando-se delas, muitas vezes de modo não convencional – música, performance, instalação, imagem em movimento, desenho, escultura e todo tipo de explorações “transmidiáticas”.

1

Circonjecturas é uma exposição imersiva, na qual as pessoas são convidadas a participar das obras, entrar e interagir com as instalações, penetrar a paisagem gráfica que toma conta do espaço expositivo, sentar no sorvete derretido, fazer parte da arte. É uma provocação onírica permanente e sugere um flanar estranho, sujeito a encontros com pinturas esculpidas, esculturas pintadas e outras hibridações.

18341768_10208888352869871_3885097965001955178_n

Circonjecturas guarda, ainda,  segredos e curiosidades quase indescritíveis, como o “jardim botânico de naturezas-vivas” ou o “beco com sombras projetadas por desenhos bordados”, exemplos de uma experiência sui generis de degustação sensorial. Experimente sem moderação.

18342364_10208888338149503_6706722274095485553_n

Exposição Circonjecturas em São Paulo

De 25 jan a 06 de maio 2018

Centro Cultural Fiesp – Av. Paulista, 1313 .